terça-feira, 6 de outubro de 2009

A velhice te assusta ???



Temos um cérebro colado num corpo que envelhece a cada dia. A maior prova que não mandamos em nós, é observar que por mais que tentamos, não mandamos nas mudanças do nosso corpo.
A cada balada do relógio, quer você queira ou não, morremos um pouco. Esse não é um assunto macabro e nem pessimista, a realidade é temida e muitas vezes nos apavora, mas devemos encarar de uma vez por todas o ciclo natural da vida.
A velhice ainda é um tabu, ela é encarada como uma maldição, a etapa final. A velhice para muitos é jogar a toalha.
Ela não vem da noite para o dia, demora para chegar e mesmo assim não é encarada como uma mudança ou uma nova fase da vida.

Não devemos achar que somos uma vela que se consome até apagar, temos que viver o momento, mas nos preparando mentalmente e fisicamente.
Temos que aprender a falar sobre a velhice com a mesma alegria que falamos do nascimento. Uma coisa é certa, colheremos os frutos, será que é isso que dá medo?

Ser inteligente é bem mais do que escrever bonito, ser inteligente é saber lidar com as perdas, com as limitações e com as mudanças obrigatórias. Fingir que isso não vai acontecer conosco é plantar a semente da neura.
Não podemos editar a nossa vida, não adianta fugir, encarar de frente e se preparar para essa nova etapa é a melhor saída.

A depressão é o mal do século, não aceitar a vida é uma das causas dessa doença.

Vamos eternizar os nossos atos e ter um bom relacionamento com o tempo, não podemos ignora-lo.
Temos tempo para sermos melhores enquanto há juízo em nós, o melhor tempo é o AGORA.
Sem neuras com a beleza ou com a perfeição.É tão gostoso ser light, desintoxicar a mente, olhar a vida com bons olhos e manter a vitalidade do corpo fazendo uma senhora plástica na alma.
Estamos na era botox, todos querem ser lindos e sexy, são tantos os recursos para aplacar o tempo que muitos hoje em dia dizem: Eu te amo, fogo e socorro com a mesma expressão facial.

Não existe segredos para encarar a velhice, ser independente e feliz ainda é a melhor opção, não esqueçam, "os canalhas também envelhecem" e esses são aturados! A pior coisa que pode acontecer na velhice é ser visto como um peso.
A deteorização da mente depende muito de como encaramos a vida, o chato de hoje é o antipático de amanhã.
É historinha para boi dormir achar que todos os velhinhos são fofos, façam me um favor, comecem a se preparar desde já ok?


Se a vida neste momento está ruim, temos alguma coisa haver com isso! Não somos vítimas, estamos onde nós mesmos nos colocamos, sejamos maduros para que a mudança aconteça. Ninguém pode viver sem função, precisaremos dela até o final de nossas vidas,ninguém merece ter em casa um velhinho (a) com cara de paisagem, ainda temos tempo de sobra para nos preparamos, sempre haverá uma atividade que nos atraia e que possa ser praticada independente da idade.
Existe vida útil na velhice sim, são tantas as coisas que poderemos fazer, tempo é que não nos faltará.

Aqueles que dão valor somente ao que é êfemero serão os sofredores de amanhã, serão vistos como os coitadinhos, os seus olhos carregarão a mágoa de não serem eternamente jovens, o sentimento de pena os acolherão até os seus últimos dias.

Existem muitos exemplos de idosos que vivem muito bem e com qualidade de vida.
Encontramos grandes empresários com mais de 80 anos, professoras de dança e escritores com 90 anos ou mais.
Eu tenho verdadeira admiração por Oscar Niemeyer, ele foi a minha inspiração para o post de hoje, com mais de 100 anos ele ainda é um homem moderno e respeitado pelo seu trabalho insuperável.
Quando a velhice chegar, deveremos ter muito mais do que serenidade, deveremos ter a capacidade de armazenar sabedoria. O conhecimento torna a alma mais jovem, e isso é tudo o que Deus nos deixará levar . Todo o resto é pesado demais para nos importamos, fora o saber, todas as outras necessidades são fugas.



FIM DA LINHA

Deixarei aqui o inverno
e o verão

Deixarei aqui o mar
Deixarei também o céu com todas as suas estrelas
Deixarei o meu cheiro adocicado no ar
O meu jardim para quem quiser cuidar
Deixarei aqui as minhas fotografias
e as
minhas poesias
pois de agora em diante
serei
literalmente alma


Autora / Gemária Sampaio

23 comentários:

  1. Oi amiga.
    Encarar a velhice é um desafio muito interessante. Também é mais fácil ou mais difícil, conforme as pessoas que nos acompanham nessa aventura. Se a pessoa é pessimista ou otimista, assim será, talvez, o nosso desafio. Vamos tentar sempre chegar o mais longe possível.
    Com essa tua simpatia deve ser uma maravilha a caminhada para a velhice. Os teus textos são muito interessantes.
    Beijos
    Victor Gil

    ResponderExcluir
  2. Medo não tenho. Apenas quero viver!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Amiga Ge..
    seu post desnuda qualquer maquiagem a respeito da velhice..
    é literalmente real, abrangente e acima de tudo atemporal..
    confesso..me fez pensar..pois, não sei porque, temo a velhice...
    talvez agora, em que abro a janela e te vejo passar distribuindo de graça, o que de graça vc recebeu..eu começe a regar as flores que existem dentro de mim, pra que daqui alguns anos todos possam sentir o suave perfume da minha sabedoria..
    um beijo querida.

    ResponderExcluir
  4. Me assusta estar vivo hoje !
    Ninguém pode viver sem função.

    ResponderExcluir
  5. Olá Gemária, demais seu blog, muito mais muito interessante!!!!!
    Muita luz e energias positivas.
    André Borges.
    http://www.myspace.com/funcionaface

    ResponderExcluir
  6. Olá Germária,
    em primeiro lugar parabéns. Eu estava aqui despretenciosamente navegando e fui levado ao teu sítio inexplicavelmente, ou não. Só passei mesmo pra dizer que adorei a página, realmente gostei das suas reflexões. Também tenho um blog, quando puder faça-nos uma visita, quem sabe não podemos trocar experiências? www.soturnaprimavera.blogspot.com
    Mais uma vez parabéns e saudações.

    Ps: Sobre o terapia holística também tenho uma coisa pra você mas, deixarei para um contato mais reservado.

    ResponderExcluir
  7. ...Às vezes uma intensa alucinação
    Em que viajas pelo meu eu
    Às vezes o mundo fica em espera
    Da união do mar com o céu

    Onde param os teus anseios
    Onde encontras a sublime calma
    Nestes dias de dura tormenta
    Onde aqueces a tua alma?

    Voa comigo...


    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  8. Bem vinda em meu blog e em meu coração!
    Menina...eu babei no teu blog!!!!
    Entrei curiosa e saio mais rica e feliz!!!
    Vais ver que voltarei sempre!
    Beijossss...e OBRIGADA!!!

    ResponderExcluir
  9. Para envelhecer com qualidade é preciso muita, muita maturidade!!!

    ResponderExcluir
  10. Querida amiga Gê,

    Interessante este teu texto sobre o envelhecimento. Contudo, e do meu ponto de vista, não creio que se possa chamar de tabu nem tão pouco pode ser visto de forma tão simplista. Depende muito da personalidade e vivências de cada um, da forma como encaramos a vida, o nosso estado de saúde, o gosto de viver, entre um sem fim de outros factores mais ou menos complexos.

    O desafio de encarar o processo de envelhecimento com naturalidade, será assim, aceite com maior ou menor facilidade por cada um de nós. Sendo certo e adquirido que, no seu íntimo, ninguém ou praticamente ninguém, gosta de envelhecer!

    A prová-lo está, o facto de o homem através da ciência estar continuamente a aumentar a esperança de vida a cada década que passa. Só a título de exemplo, uma criança que hoje tenha 5 a 10 anos, a sua estimativa de vida segundo os últimos estudos, já será superior na casa dos 100 anos e, a dos nossos netos já rondará os 150 anos!!!

    Eu não tenho medo da velhice, nem da morte tão pouco! Contudo, sejamos honestos, envelhecer também não é algo propriamente agradável... E se alguém disser o contrário, estará pura e simplesmente a mentir.

    Concordo plenamente contigo que a devemos encarar da melhor forma possível, sem dúvida! Mas, falar de envelhecimento quando ainda temos 30, 40 ou 50 anos é uma coisa. Falar de envelhecimento quando já temos 60 ou 70 anos é outra!

    Mas valeu o pensamento positivo.

    Beijos fresquinhos sem qualquer vestígio de envelhecimento,
    CR/de

    ResponderExcluir
  11. Que texto lindo, Gê.
    Que bom que está tudo bem. Já estava com saudades.

    A chegada da velhice assusta mesmo. Alguns buscam socorro em plásticas, botox, fios de ouro entre tantas outras coisas que os deixam com uma única expressão facial. Parece ser engraçado falar assim, mas se olharmos bem de perto esse tipo de comportamento veremos que essas pessoas viveram suas vidas em busca de manter o corpo sexy. Dedicaram a vida a maca e ao bisturi e nunca vão saber que viver bem é mais simples do que se imagina.

    Um beijo, linda.

    ResponderExcluir
  12. Gê, deusa no meu Olimpo:

    Lendo o Fim da Linha, acabei escrevendo esta poesia, em homenagem não aos idosos somente, mas à nossa sempre velha última chance diária de sermos felizes, todos os dias, antes de dormirmos:

    A partir deste momento, alma minha,
    As letras de tua vida se desgrudam
    Da tênue folha, da vã e pálida linha,
    Onde os verbos em sons puros se mudam.

    A partir deste ponto, não serás ponto;
    De agora em diante serás mais um conto;
    De poesia encarnada, a vida então te exime
    De escrever, obra posta, és agora sublime.

    Vôe com os mantras do coração, satisfeito,
    Beba da velha bica o último bom vinho.
    Tome da mesa eterna de Luz, o teu leito.

    Que o velho véu da mente,como pergaminho,
    Se desenrole ante ti, mas sem desalinho,
    Para o último verso, epílogo, em meu peito.

    Bjs do seu pra sempre,
    Ebrael!!

    ResponderExcluir
  13. ... Não podemos impedir a passagem do tempo por nossos corpos, nossas vidas ... Mas eu prefiro pensar que isso mostra o tempo físico, não era ... It's LIVE. Enrriquecernos todos os dias com cada coisa que acontece, apreciar e dedicar esse tempo para as pessoas que querem de nós e nós mesmos. Beijossss...

    ResponderExcluir
  14. Ge, voce que comentou meu blog Animal Mineral e Pessoal (animipe.blogspot.com) ha um tempo, agora tenho um blog que pode gerar conversa para um chá animado: o animal politico (anipol.blogspot.com). Talvez caia melhor com um café mesmo. Bjs

    ResponderExcluir
  15. Bom dia, linda.
    Olha, tem selo pra vc lá no blog.

    Um beijão

    ResponderExcluir
  16. Belo texto, profundo, verdadeiro, leva-nos a pensar, meditar e isto é mto bom, parabéns bjos, bjos, bjoss

    ResponderExcluir
  17. sua visita me deixou muito feliz ! mas o seu poema parece uma despedida ! será o velho se despedindo do novo ! ( risos ) beijos !

    ResponderExcluir
  18. Oi, Boa Tarde,

    O nome de seu blog é bem sugestivo e me chamou a atenção... Por isso vim visitar vc e gostei do q vi... Estou te seguindo...
    Olha não temo a velhice, pq sei que vou chegar a ela cheia de vida e se Deus quiser com sabedoria... Minha vó faleceu aos 97 anos e minha mãe tem 81 anos...
    Pena é que minha mãe tem alzheimer...
    Mas ainda tem momentos de lucidez...
    E esses momentos são preciosos para mim!

    bjinho

    ResponderExcluir
  19. Olá
    Por acaso encontrei o teu blogue e gostei muito da forma com escreves e vou seguir...
    Este teu texto é de um grande realismo...
    De facto a velhice...o declínio...o que me assusta mais são as condições físicas em que possa estar, nessa altura. Há uma terceira-idade fabulosa, que vai a aulas, convive, faz desporto e visitas de estudo e, está sempre pronta para viajar!...Têm ideias avançadas e porreiras, quero ser assim, entretanto vou vivendo o Presente e aproveitando-o o mais possível.
    Um abração.

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Não temos porque ter ou sentir medo...
    Se calhar quem ler isto irá dizer..."dizes isso porque ainda és novo"...mas não é por isso que o penso.
    Cada dia, cada ano e passo que damos ao longo da vida só nos vai fazer enriquecer...conhecer, experimentar, ser feliz e sofrer...
    Se chegarmos à velhice é também sinal que muito vivemos e cada uma dessas rugas significará uma vida muito rica, cada experiência vivida.
    A velhice pode ser motivo de felicidade.

    =)

    ResponderExcluir
  21. O envelhecer para muitos jovens é visto até com preconceito, como se não significasse mais nada.
    No entanto com o envelhecer vem junto as experiências há uma terceira-idade que pode ser produtiva e nos enriquecer. Muitos têm ideias avançadas e quero aproveitar o máximo possível. É exatamente neste momento que o ser humano consegue administrar bem a sua vida com sabedoria.
    A velhice precisa ser vista diferente.
    Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  22. Creo que asociamos la vejez a la muerte de ahí el miedo. Es en definitiva el miedo a morir el que nos asalta.
    Muy buenos tus escritos, un saludo cariñoso.

    ResponderExcluir
  23. vivo uma jovem velhice entre jovens velhos... nada me irrita facilmente... sou feliz porque vivo, sinto,rio, choro, amo o amor ... não conheço o ódio... vivo presente no presente... não sou saudosista... não me perco no ontem, não me projeto no amanhã, vivo o hoje, único momento possível de viver... eu sou... como qualquer ser... simplesmente vivo existindo na claridade de cada momento..

    ResponderExcluir

Faça o Chá das Cinco comigo, comente.